• ULHT
  • ISMAT
  • IPLUSO
  • ISLA Gaia
  • ISLA Leiria
  • ISLA Santarém
  • ISDOM
  • Português
  • English
  • Português
  • English

Bem-vindo ao ano letivo 20/21. Um ano letivo em segurança!

Mais um novo ano letivo se inicia. Cada novo ano letivo significa um novo começo. O começo da vida académica para todos aqueles que pela primeira vez ingressam na Universidade, mas também o começo de uma nova etapa para todos aqueles que acabaram de transitar de um ano para outro nos seus cursos, e que agora irão ter contacto com novos saberes e competências. Este é também um novo começo para todos os docentes e colaboradores que agora irão ter contacto com um novo grupo de estudantes. Um começo é sempre um momento de entusiasmo. São novas perspetivas que se abrem, pessoas novas que conhecemos, rostos e personalidades de que nunca mais nos vamos esquecer. Mas este é um ano diferente! 2020/2021 será um ano letivo marcado pela pandemia que recentemente irrompeu entre nós. Na Universidade Lusófona soubemos agir com a urgência e responsabilidade que o momento exigia e implementámos, num curtíssimo espaço de tempo, metodologias e tecnologias inovadoras que permitiram a todos os nossos estudantes concluírem nas melhores condições possíveis o ano letivo de 2019/2020. Agora estamos ainda mais preparados. Preparados para um novo começo em segurança, preparados para mais um novo ano letivo em que contamos com a colaboração e empenho de todos em ordem a continuarmos a obter os sucessos e vitórias que, no passado recente, catapultaram a Universidade Lusófona para um lugar de destaque nos mais diversos rankings internacionais, e que cada vez mais fazem da nossa instituição uma escola de referência em Portugal e na Europa nas mais diversas áreas do saber.

Sejam bem-vindos a mais um novo começo!

  • Regras para um Regresso Seguro

    Medidas para Mitigação e Contenção no regresso às atividades presenciais na comunidade universitária

    Principais Medidas Implementadas

    Antes de se dirigir ao campus

    Proteja a sua saúde acima de tudo:

    • Não saia de casa sem medir a sua temperatura corporal e, no caso de esta ser elevada, não saia e contacte o SNS24 (808 24 24 24);
    • Não se dirija ao campus nem venha às aulas, se se sente doente, ou se tem alguma suspeita de doença;
    • Use Máscara nos seus movimentos fora de casa e em todo o campus (o uso de máscara é obrigatório);
    • Mantenha uma distância física de segurança, mesmo em espaços abertos (nunca inferior a 2m)
    • Mantenha uma Boa Etiqueta Respiratória, não respirando ou falando para cima de outros;
    • Em caso de espirro ou tosse, cubra a boca com o braço ou com um lenço;
    • Lave as suas mãos com frequência – com detergente – por 20 segundos pelo menos;
    • Mantenha uma permanente higiene das mãos em especial, mantendo-as afastadas da boca, nariz e olhos;
    • Não partilhe nada do que é seu, nada do seu uso pessoal, com os outros sem que o haja desinfetado previamente;

    Mantenha-se saudável – PROTEJA A SUA SAÚDE

    Acesso ao Campus

    O acesso ao campus deve ser feito com o máximo respeito pelas orientações da DGS sobre o distanciamento físico e proteção de grupos de risco. Todos os frequentadores do campus da Universidade devem ter em conta que:

    • Apenas de devem dirigir ao campus os estudantes, docentes, investigadores e colaboradores que tenham obrigações a cumprir e que não devem permanecer no campus fora dos horários de aulas ou serviço;
    • A permanência nos espaços do campus é restrita ao período de aulas ou ao período estritamente necessário para tratamento de qualquer assunto junto dos serviços;
    • Deve cumprir as regras de etiqueta respiratória;
    • É obrigatório o uso de máscara por todos os que frequentam o campus, seja em espaços fechados, seja em espaços abertos, sempre que se encontre em grupo. (lembre-se que o uso de máscara não o protege a si, mas aos outros pelo que todos têm de usar máscara para uma proteção global);
    • Todos devem desinfetar as mãos regularmente recorrendo para tal aos dispositivos disponibilizados;
    • Devem ser respeitadas as regras de distanciamento físico (2m no mínimo) evitando os agrupamentos (não são permitidos grupos de mais de 10 pessoas nos espaços exteriores) e deve ser mantida a distância física recomendada entre pessoas (2m);
    • Devem ser cumpridas as regras de circulação, quer de acesso aos edifícios, quer de circulação dentro dos espaços (seguindo a sinalização que se encontra nas portas e no chão);
    • Não é permitida a permanência nos corredores dos edifícios, ou em qualquer espaço interior da universidade fora dos horários das aulas. Os estudantes devem, sempre que possível, aguardar nos espaços exteriores pela chegada do professor mantendo o devido distanciamento;
    • Deve ser privilegiada a utilização dos serviços online da universidade e o contacto por email ou por telefone;
    • Devem ser cumpridas todas as regras de utilização de acesso e circulação às salas de aula, laboratórios, serviços e edifícios.

    Normas gerais de convivialidade e comportamento dentro campus

    Proteja a sua comunidade (na universidade e em sua casa):

    • Dentro do campus da Universidade respeite todas as orientações e use máscara sempre que em grupo;
    • Se tem alguma dúvida (de saúde, de caracter psicossocial ou outra), utilize os contatos dos serviços que a Universidade lhe disponibiliza (ver neste documento);
    • Se se dirige aos Serviços Administrativos, observe as regras de conduta recomendadas;
    • Se se dirige às aulas, observe as regras de conduta recomendadas.

    A presença em espaços do campus requer:

    • Que cada docente e estudante desinfete as suas mãos à entrada, antes de ocupar o seu lugar;
    • Que o docente esteja equipado com viseira ou máscara;
    • Que os estudantes estejam equipados com máscara e, se recomendável, com luvas (laboratórios específicos);
    • Que cada estudante e docente desinfete as mãos antes de sair das instalações;
    • A bata é essencial na aula laboratorial – não será permitido o acesso ao laboratório a estudantes sem bata;
    • Nos períodos entre as aulas mantenha a distância física recomendada e evite aglomerações;
    • Se terminou as suas atividades na Universidade, dirija-se a casa – não são permitidas aglomerações de pessoas nos espaços da Universidade senão por períodos muito curtos.

    A sua segurança é a NOSSA SEGURANÇA

    Para segurança de todos, a Universidade:

    • Assegura a limpeza e desinfeção regular e frequente de todas as áreas utilizadas pelos estudantes, docentes e funcionários;
    • Proporciona o acesso a desinfetante de mãos nas zonas de aula e acessos interiores (máscaras estão disponíveis em pontos específicos de recolha para quem não haja trazido a sua própria máscara);
    • Recomenda ativamente uma política de “não partilha” para todos os objetos pessoais (canetas por exemplo) que não hajam sido previamente desinfetados;
    • Recomenda ativamente a observação do distanciamento recomendado (2 m mínimo), cumprimento das regras de “etiqueta respiratória” e, claro, a lavagem frequente das mãos;
    • Garante a limitação do número de pessoas por sala de aula/ laboratório.
  • Horários

    Podes consultar o teu horário SEMANAL no netPA – Portal Académico ou na APP Ensino Lusófona, quer as aulas a distância (e-learning), quer as presenciais (práticas e laboratoriais).

    Consultar o horário no Netpa

    Consultar o horário na App
    Deve escolher a opção CONSULTAR HORÁRIOS

    Calendário Académico

    O ano letivo 20/21, e as aulas, tem início de acordo com o calendário definido pela Universidade / Instituto.

    ULHT Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

    IPLUSO Instituto Politécnico da Lusófonia

    ULP Universidade Lusófona do Porto

    ISMAT Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes

    ISLA Gaia Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia

    ISLA Santarém Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém

    ESEAG Escola Superior de Educação

  • FAQs

      • 1. QUANDO SE INICIAM AS AULAS 20/21?

        1. QUANDO SE INICIAM AS AULAS 20/21?

        O ano letivo 20/21, e as aulas, tem início de acordo com o calendário definido pela Universidade / Instituto.

        No caso da Universidade Lusófona de Lisboa além do calendário geral existem calendários específicos definidos por cada faculdade/ instituto/ escola.

        Os calendários podem ser consultados AQUI

        2. VAMOS DEIXAR DE TER AULAS ONLINE (E-LEARNING)?

        2. VAMOS DEIXAR DE TER AULAS ONLINE (E-LEARNING)?

        Não! 

        Em linha com os princípios preconizados na iniciativa “Skills 4 pós-Covid – Competências para o futuro”, promovida pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), em estreita articulação com a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que visa reforçar e valorizar a resposta conjunta dos sistemas de ciência e ensino superior aos desafios impostos pela COVID-19, cada Instituição de ensino definiu um conjunto de orientações para a organização e preparação das atividades letivas do ano letivo de 2020/2021.

        Desta forma, definiram-se também um conjunto de princípios que deverão nortear o desenvolvimento futuro da nossa Instituição com base na experiência adquirida no âmbito da resposta aos desafios criados pela pandemia de COVID-19.

        No NetPa – Secretaria Virtual podes consultar os teus horários onde se encontram identificadas as aulas que são presenciais e as que são on-line.

        Podes ainda consultar o despacho que define a organização e preparação das atividades letivas 2020/2021 AQUI

        3. E SE EU ESTIVER IMPEDIDO DE IR ÀS AULAS VOU CHUMBAR POR FALTAS? E NÃO POSSO FAZER OS EXAMES?

        3. E SE EU ESTIVER IMPEDIDO DE IR ÀS AULAS VOU CHUMBAR POR FALTAS? E NÃO POSSO FAZER OS EXAMES?

        Os Estudantes que por situação de impossibilidade, decorrente da Pandemia, não possam frequentar as aulas, devem apresentar requerimento justificativo, junto do secretariado dos cursos (SATA), para análise e decisão por parte do diretor do curso, que obrigatoriamente é aceite sempre que apresentado atestado médico que ateste da condição enunciada.

        No contexto da situação pandémica, os estudantes a quem seja deferido o requerimento ficam abrangidos por Estatuto Especial, ao abrigo do artigo 6.º do Regulamento de Avaliação (RGA), durante o semestre em que for requerido, estando:

        • 1. Justificadas as faltas dadas às aulas, não podendo a assiduidade ser considerada para efeitos de avaliação;
        • 2. Obrigados à realização das provas de avaliação nos termos definidos na Ficha de Unidade Curricular;
        • 2.1 Aos estudantes com justificação médica aplica-se norma especial de avaliação (cf. n.º4 do artigo 6.º do Regulamento de Avaliação) podendo ser:
          • 2.1.1. Marcada prova para outra data;
          • 2.1.2. Aplicação de forma distinta de avaliação (cf. n.º 5 do artigo 6.º do RGA), cumprindo os mesmos níveis de exigência e rigor (cf. n.º5 do artigo 7.º do RGA) o cumprimento dos objetivos definidos e a igualdade de tratamento dos estudantes (cf n.º3 do artigo 11.º do RGA);
        • 3. Sempre que as aulas decorram a distância os estudantes estão obrigados à frequência das mesmas.
        • 4- Os estudantes que, no contexto de situação pandémica ex: contágio, não possam realizar os momentos de avaliação previstos na FUC – Ficha de unidade curricular têm acesso ao exame de época especial sem custos. Para o efeito os estudantes têm de entregar requerimento justificativo, junto dos serviços de tesouraria, para análise e decisão dos serviços financeiros, que é obrigatoriamente aceite sempre que apresentado atestado médico que ateste da condição enunciada.

        4. COMO FAÇO PARA TER ACESSO ÀS MATÉRIAS DE ESTUDO E AOS CONTEÚDOS DAS AULAS?

        4. COMO FAÇO PARA TER ACESSO ÀS MATÉRIAS DE ESTUDO E AOS CONTEÚDOS DAS AULAS?

        Os docentes das unidades curriculares cujas aulas serão lecionadas, no todo ou em parte, em regime presencial, devem providenciar os materiais pedagógicos necessários aos estudantes, nomeadamente no Moodle (com eventuais ligações a outros recursos como o EduCast).

        Os horários das unidades curriculares a ser lecionadas presencialmente, bem como o calendário de avaliações presenciais, são organizados por cada Unidade Orgânica, obedecendo ao calendário escolar previamente definido. Na definição dos horários, quer para as aulas, quer para as avaliações presenciais, considera-se a dimensão de cada turma, assegurando que em sala, se obedece aos critérios e requisitos de segurança aqui definidos.

        5. TEMOS DE IR À UNIVERSIDADE FAZER AS AVALIAÇÕES?

        5. TEMOS DE IR À UNIVERSIDADE FAZER AS AVALIAÇÕES?

        Sim! Todas avaliações decorrerem no regime presencial.
      • 1. QUANDO SE INICIAM AS AULAS 20/21?

        1. QUANDO SE INICIAM AS AULAS 20/21?

        O ano letivo 20/21, e as aulas, tem início de acordo com o calendário definido pela da ESEAG e nos calendários específicos definidos para de cada Curso.

        Os calendários podem ser consultados AQUI

        2. VAMOS DEIXAR DE TER AULAS ONLINE (E-LEARNING)?

        2. VAMOS DEIXAR DE TER AULAS ONLINE (E-LEARNING)?

        Não! 

        Em linha com os princípios preconizados na iniciativa “Skills 4 pós-Covid – Competências para o futuro”, promovida pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), em estreita articulação com a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que visa reforçar e valorizar a resposta conjunta dos sistemas de ciência e ensino superior aos desafios impostos pela COVID-19, cada Instituição de ensino definiu um conjunto de orientações para a organização e preparação das atividades letivas do ano letivo de 2020/2021.

        Desta forma, definiram-se também um conjunto de princípios que deverão nortear o desenvolvimento futuro da nossa Instituição com base na experiência adquirida no âmbito da resposta aos desafios criados pela pandemia de COVID-19.

        No NetPa – Secretaria Virtual podes consultar os teus horários onde se encontram identificadas as aulas que são presenciais e as que são on-line.

        3. E SE EU ESTIVER IMPEDIDO DE IR ÀS AULAS VOU CHUMBAR POR FALTAS? E NÃO POSSO FAZER OS EXAMES?

        3. E SE EU ESTIVER IMPEDIDO DE IR ÀS AULAS VOU CHUMBAR POR FALTAS? E NÃO POSSO FAZER OS EXAMES?

        Os Estudantes que por situação de impossibilidade, decorrente da Pandemia, não possam frequentar as aulas, devem apresentar requerimento justificativo, junto do secretariado dos cursos (SATA), para análise e decisão por parte do diretor do curso, que obrigatoriamente é aceite sempre que apresentado atestado médico que ateste da condição enunciada;
        No contexto da situação pandémica, os estudantes a quem seja deferido o requerimento ficam abrangidos por Estatuto Especial, durante o semestre em que for requerido, estando:

        • 1. Justificadas as faltas dadas às aulas, não podendo a assiduidade ser considerada para efeitos de avaliação;
        • 2. Obrigados à realização das provas de avaliação nos termos definidos na Ficha de Unidade Curricular;
          2.1 Aos estudantes com justificação médica aplica-se norma especial de avaliação podendo ser:
          • 2.1.1. Marcada prova para outra data;
          • 2.1.2. Aplicação de forma distinta de avaliação, cumprindo os mesmos níveis de exigência e rigor o cumprimento dos objetivos definidos e a igualdade de tratamento dos estudantes;
        • 3. Sempre que as aulas decorram a distância os estudantes estão obrigados à frequência das mesmas.

        4. COMO FAÇO PARA TER ACESSO ÀS MATÉRIAS DE ESTUDO E AOS CONTEÚDOS DAS AULAS?

        4. COMO FAÇO PARA TER ACESSO ÀS MATÉRIAS DE ESTUDO E AOS CONTEÚDOS DAS AULAS?

        Os docentes das unidades curriculares cujas aulas serão lecionadas, no todo ou em parte, em regime presencial, devem providenciar os materiais pedagógicos necessários aos estudantes, nomeadamente no Moodle (com eventuais ligações a outros recursos como o EduCast).

        Os horários das unidades curriculares a ser lecionadas presencialmente, bem como o calendário de avaliações presenciais, são organizados por cada Unidade Orgânica, obedecendo ao calendário escolar previamente definido. Na definição dos horários, quer para as aulas, quer para as avaliações presenciais, considera-se a dimensão de cada turma, assegurando que em sala, se obedece aos critérios e requisitos de segurança aqui definidos.

        5. TEMOS DE IR À ESEAG, na UNIVERSIDADE, FAZER AS AVALIAÇÕES?

        5. TEMOS DE IR À ESEAG, na UNIVERSIDADE, FAZER AS AVALIAÇÕES?

        Sim! Todas avaliações decorrerem no regime presencial.
      • 1. COMO ESTÃO ORGANIZADAS AS SALAS DE AULA?

        1. COMO ESTÃO ORGANIZADAS AS SALAS DE AULA?

        A Universidade procedeu à redução da capacidade de todas salas de aula de forma a garantir as distâncias mínimas recomendadas pelas DGS. Todos os estudantes e professores devem respeitar escrupulosamente as distâncias definidas. Todas as salas foram munidas no seu interior ou nos acessos com gel desinfetante para os estudantes /professores poderem utilizar.

        Todos os estudantes e professores devem desinfetar as mãos antes e depois de saírem de qualquer espaço.

        O uso de máscara é obrigatório durante a permanência no campus, nos edifícios e salas de aula.

        2. COM ESTÃO ORGANIZADOS OS LABORATÓRIOS?

        2. COM ESTÃO ORGANIZADOS OS LABORATÓRIOS?

        Laboratórios de informática

        A Universidade procedeu à redução da capacidade dos laboratórios passando a uma ocupação de 1 estudante por máquina.

        Os teclados estão envoltos numa manga plástica para mais fácil desinfeção e que nunca deve ser removida pelo utilizador.

        Laboratórios específicos

        É obrigatório o uso de EPI (luvas de proteção, máscara descartável e óculos de proteção) por todos os técnicos de laboratório.

        Em laboratórios que disponham de equipamentos manuseados por diversos estudantes, caso de audiovisuais e similares, pela dificuldade de desinfetar os mesmos, é obrigatório o uso de luvas de proteção que devem ser depositadas nas zonas de “sujos” assinaladas.

        3. COMO FREQUENTAR OS BARES? E AQUECER COMIDA NA MARMITA?

        3. COMO FREQUENTAR OS BARES? E AQUECER COMIDA NA MARMITA?

        Espaços de refeição “marmita”

        É permitido o uso dos espaços de refeição desde que sejam cumpridas todas as regras definidas pela DGS, nomeadamente: manutenção do distanciamento físico, uso de máscara regras de etiqueta respiratória;

        Refeições trazidas de casa são permitidas, mas o uso de microndas é desaconselhado, devendo, em caso de utilização dos mesmos, desinfetar previamente as portas e demais utensílios dos mesmos;

        Aconselham-se as refeições simples e frias e o seu consumo no exterior sempre que o mesmo seja possível;

        Caso tenha de utilizar o espaço para tomar a refeição deverá cumprir as regras definidas pela DGS, nomeadamente o distanciamento físico de 2m, as regras de etiqueta respiratória e o uso de máscara;

        Aconselha-se o uso de utensílios e recipientes do próprio e a não partilha de quaisquer alimentos, utensílios e recipientes.

        É garantida a higienização/desinfeção regular após cada período de utilização.

        Bares

        No período de refeições podem ser servidas e tomadas refeições no interior desde que sejam cumpridas as regras definidas pela DGS para o setor, estando autorizado o transporte de comida para o exterior.

        Ao tomar refeições no exterior devem ser garantidas as normas de distanciamento físico.

        4. COMO É QUE A UNIVERSIDADE DESINFETA AS INSTALAÇÕES?

        4. COMO É QUE A UNIVERSIDADE DESINFETA AS INSTALAÇÕES?

        É garantida a desinfeção regular de puxadores de portas, interruptores de iluminação, comandos dos projetores e ar-condicionado, tampos de mesas e cadeiras.

        É garantida a desinfeção regular de corrimãos e guardas metálicas interiores e exteriores.

        Foram instalados em locais estratégicos (hall’s e corredores) doseadores de gel desinfetante que podem e devem ser utilizados copiosamente. Num esforço colaborativo interno, a Universidade está a assegurar a produção do seu próprio gel desinfetante em laboratórios próprios.

        A limpeza das instalações sanitárias é assegurada pela Unidade de Limpeza da Universidade com a frequência recomendada e cumprindo as normas de higienização aplicáveis.

        Os aparelhos de ar condicionando não devem ser acionados, sendo a circulação de ar nos espaços fechados garantida através da abertura de janelas.

      • 1. COMO ESTÃO ORGANIZADAS AS SALAS DE AULA?

        1. COMO ESTÃO ORGANIZADAS AS SALAS DE AULA?

        A Universidade procedeu à redução da capacidade de todas salas de aula de forma a garantir as distâncias mínimas recomendadas pelas DGS. Todos os estudantes e professores devem respeitar escrupulosamente as distâncias definidas. Todas as salas foram munidas no seu interior ou nos acessos com gel desinfetante para os estudantes /professores poderem utilizar.

        Todos os estudantes e professores devem desinfetar as mãos antes e depois de saírem de qualquer espaço.

        O uso de máscara é obrigatório durante a permanência no campus, nos edifícios e salas de aula.

        2. COM ESTÃO ORGANIZADOS OS LABORATÓRIOS?

        2. COM ESTÃO ORGANIZADOS OS LABORATÓRIOS?

        Laboratórios de informática

        A Universidade procedeu à redução da capacidade dos laboratórios passando a uma ocupação de 1 estudante por máquina.

        Os teclados estão envoltos numa manga plástica para mais fácil desinfeção e que nunca deve ser removida pelo utilizador.

        Laboratórios específicos

        É obrigatório o uso de EPI (luvas de proteção, máscara descartável e óculos de proteção) por todos os técnicos de laboratório.

        Em laboratórios que disponham de equipamentos manuseados por diversos estudantes, caso de audiovisuais e similares, pela dificuldade de desinfetar os mesmos, é obrigatório o uso de luvas de proteção que devem ser depositadas nas zonas de “sujos” assinaladas.

         

        3. COMO FREQUENTAR OS BARES? E AQUECER COMIDA NA MARMITA?

        3. COMO FREQUENTAR OS BARES? E AQUECER COMIDA NA MARMITA?

        Espaços de refeição “marmita”

        • É permitido o uso dos espaços de refeição desde que sejam cumpridas todas as regras definidas pela DGS, nomeadamente a manutenção do distanciamento físico, uso de máscara regras de etiqueta respiratória;
        • Refeições trazidas de casa são permitidas, mas o uso de microndas é desaconselhado, devendo, em caso de utilização dos mesmos, desinfetar previamente as portas e demais utensílios dos mesmos;
        • Aconselham-se as refeições simples e frias e o seu consumo no exterior sempre que o mesmo seja possível;
        • Caso tenha de utilizar o espaço para tomar a refeição deverá cumprir as regras definidas pela DGS, nomeadamente o distanciamento físico de 2m, as regras de etiqueta respiratória e o uso de máscara;
        • Aconselha-se o uso de utensílios e recipientes do próprio e a não partilha de quaisquer alimentos, utensílios e recipientes.
        • É garantida a higienização/desinfeção regular após cada período de utilização.

        Bares

        • No período de refeições podem ser servidas e tomadas refeições no interior desde que sejam cumpridas as regras definidas pela DGS para o setor, estando autorizado o transporte de comida para o exterior.
        • Ao tomar refeições no exterior devem ser garantidas as normas de distanciamento físico.

        4. COMO É QUE A UNIVERSIDADE DESINFETA AS INSTALAÇÕES?

        4. COMO É QUE A UNIVERSIDADE DESINFETA AS INSTALAÇÕES?

        • É garantida a desinfeção regular de puxadores de portas, interruptores de iluminação, comandos dos projetores e ar-condicionado, tampos de mesas e cadeiras.
        • É garantida a desinfeção regular de corrimãos e guardas metálicas interiores e exteriores.
        • Foram instalados em locais estratégicos (hall’s e corredores) doseadores de gel desinfetante que podem e devem ser utilizados copiosamente. Num esforço colaborativo interno, a Universidade está a assegurar a produção do seu próprio gel desinfetante em laboratórios próprios.
        • A limpeza das instalações sanitárias é assegurada pela Unidade de Limpeza da Universidade com a frequência recomendada e cumprindo as normas de higienização aplicáveis.
        • Os aparelhos de ar condicionando não devem ser acionados, sendo a circulação de ar nos espaços fechados garantida através da abertura de janelas.
      • 1. POSSO IR AOS SERVIÇOS ACADÉMICOS, TESOURARIA E SASE?

        1. POSSO IR AOS SERVIÇOS ACADÉMICOS, TESOURARIA E SASE?

        Sim! No entanto:

        O uso de máscara é obrigatório.

        Todos os que se dirigirem aos serviços devem de cumprir e respeitar as regras de distanciamento e de higienização como o uso de máscara, desinfeção das mãos na entrada e cumprimento das regras da Boa Etiqueta Respiratória.

        Nos serviços de atendimento a estudantes devem privilegiar-se os contatos/esclarecimentos via email ou telefone e, caso tal não seja possível, mediante análise de cada pedido, o atendimento presencial pode ser efetuado sendo assegurada distância com marcação de zoneamento (fita autocolante) e utilização obrigatória de equipamento de proteção pelos funcionários.

        Foram colocados painéis em acrílico transparente em frente aos postos de atendimento para assegurar a proteção de funcionários e estudantes.

        2. POSSO IR REQUISITAR E ENTREGAR LIVROS E IR ESTUDAR PARA A BIBLIOTECA?

Aqui podem encontrar informações e formas de aceder aos recursos e tecnologias que disponibilizamos para ensino e colaboração a distância.

Contacto de Emergência

Como indicado pela Direção Geral da Saúde se sentir qualquer sintoma, ligado ao COVID 19, deverá utilizar a linha Saúde 24 ligando para o número:

808 24 24 24

ULHT

  • A Universidade possui, devidamente identificada, no rés-do-chão do Edifício L, uma sala com 3 gabinetes de isolamento devidamente apetrechados;
  • Disponibiliza para esclarecimento de dúvidas um número de telefone 21 751 55 00 e um email covid19@ulusofona.pt
  • Um número direto médico COVID 19 de atendimento permanente 217 987 758

Campus Lusófona

  • ULHT Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
  • ISLA Gaia Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia

Copyright © 2020 COFAC. Todos os direitos reservados. Gestão de conteúdos por Produção Multimédia